O Que é Preciso Para Realizar Day Trade?

Para operações de day trade é recomendável o uso de gráficos em tempo real. Algumas corretoras oferecem plataformas de negociação para os clientes que realizam um grande número de operações. As principais vantagens desses sistemas são o rápido envio de ordens e a atualização em tempo real das cotações e gráficos. É um serviço caro e que embora não seja indispensável para quem realiza day trade, é recomendável. Já para investidores com posições de longo prazo esses serviços não são tão necessários.

Entretanto, o fato de acompanhar o preço de um ativo em tempo real não é  garantia alguma de que suas operações darão lucro. Se você não consegue ganhar dinheiro fazendo operações de longo prazo utilizando gráficos diários para definir os pontos de entrada e saída, realizando day trade baseando-se na análise de gráficos em tempo real apenas fará com que você perca dinheiro mais rápido.

A utilização de gráficos em tempo real em diferentes períodos pode levar o investidor a interpretar as pequenas retrações de preço como a tendência de longo prazo. O uso exagerado de gráficos em diferentes períodos (1 min, 5 min, 15 min etc…) gera na cabeça do investidor falsos pontos de compra e de venda, confundindo-o e levando-o a perder dinheiro, pois sua estratégia de operação não está alinhada à tendência de longo prazo do preço do ativo, mas às pequenas correções de curto prazo, as quais o induzem a operar contra a tendência.

Assim como os inúmeros indicadores técnicos, o gráfico é apenas mais uma ferramenta à sua disposição. O mais comum é utilizá-lo num período de 5 minutos, porém, não existe qualquer regra a respeito disso. O que se percebe é que cada day trader monta sua própria estratégia e ajusta suas ferramentas de análise do jeito que acha melhor.

“A tendência é sua amiga, exceto no final, quando ela vira”.

Charles Dow

O ser humano é irrequieto e não lida bem com o imprevisível. Tentar modelar o ambiente extremamente complexo que o rodeia é uma reação natural que parte da necessidade de controle e de segurança. No mercado financeiro o investidor se depara com uma avalanche de informações a cada segundo e assim ele acredita que pode tentar dominar a complexidade deste ambiente jogando as variáveis em modelos matemáticos no intuito de criar soluções hipoteticamente perfeitas.

O conceito em si parece lógico e factível, mas a grande dificuldade é saber o grau de importância atribuído pelo mercado a cada variável. E ainda que se tenham mecanismos estatísticos para analisar o passado e descobrir o peso de cada variável, a volatilidade vista hoje em dia no mercado mudaria esse parâmetro no período seguinte, pois volatilidade histórica não é garantia alguma de volatilidade futura.

Tentar estabelecer fórmulas e modelos não apenas no intuito de prever o mercado financeiro, mas para controlar todos os ambientes em que se participa pode parece uma iniciativa louvável, mas as chances de sucesso absoluto são extremamente baixas. E em razão disso, além das técnicas quantitativas é importante que se tenha uma visão qualitativa e, portanto subjetiva, sobre o objeto de estudo e sobre o mecanismo de análise. De nada adianta o melhor modelo matemático quando as premissas que vão alimentá-lo estiverem erradas.

Contudo, sempre existirão aqueles que afirmam que análise técnica é ciência. Investidores que tentam validar matematicamente seus setups gráficos e métodos operacionais através de teorias absurdas que se parecem mais com religião do que com ciência, utilizando ferramentas mais complexas, tais como algoritmos, na tentativa de automatizar suas operações e otimizar seus resultados.

Esses sistemas executam ordens de negociação em tempo real e de modo automático, de acordo com estratégias previamente definidas pelo day trader, permitindo assim maior agilidade operacional. Contudo, não faz sentido comprar um determinado ativo quando o gráfico de 5 minutos indica que seu preço está subindo, mas o diário mostra claramente que num prazo mais longo ele está caindo.

"Os homens são sempre contra a razão quando a razão é contra eles".

Napoleão Bonaparte

Sistemas de “algotrader” são muito utilizados por investidores institucionais para operações de arbitragem e scalp, assim como para operações estruturadas em mais de um ativo ou entre diferentes mercados. Como a margem de lucro por operação tende a ser pequena é necessário realizar um grande número de operações com um substancial volume financeiro, e dado o baixo custo operacional desses investidores, existe o potencial para lucros consideráveis.

As estratégias de algoritmos incluem desde operações triviais baseadas em sinais de indicadores técnicos até a arbitragem entre ativos, estratégias com opções e operações de volatilidade e de spread. Entretanto, para o investidor pessoa física esses sistemas possuem um elevado custo, seja em função do custo mensal ou do elevado montante de taxas de corretagem por mês, o que não compensa o pequeno e caro retorno proporcionado, isso quando não inviabilizam sua utilização.

A verdade é que de um modo geral as corretoras e os “profetas” do mercado estimulam tais mecanismos para incentivar seus clientes a operarem mais do que devem e mais do que precisam para atingir seus objetivos. A “banca” ganha no giro financeiro, portanto, um investidor que possui R$ 10.000,00 e opera todo dia focado no curto prazo é um cliente muito melhor do que um investidor que possui uma carteira de ações de 1 milhão de reais focado no longo prazo.

Em razão do alto custo com corretagens os investidores que fazem day trade devem operar através das corretoras que ofereçam um serviço apropriado, cobrando taxas de corretagem fixa mais baratas, ou que ofereçam descontos ou um teto máximo de gasto mensal com corretagem. Mesmo para aqueles que operam alavancados ou através de mesa de negociação, casos em que a corretagem é variável, é possível negociar descontos sobre o percentual cobrado de corretagem.

Provavelmente, ao invés de procurar a fórmula mágica para ganhar dinheiro no mercado o day trader deveria esforçar-se no gerenciamento de capital e cobertura de risco. O uso de robôtraders e sistemas mecanizados não garantem que o investidor vá ganhar mais, ou mesmo, que vá ganhar algum dinheiro. Suas ordens apenas serão executadas de forma mais rápida. E no final, quem realmente ganha dinheiro com setups gráficos, robôtrader´s e estratégias mirabolantes são os “profetas” e as corretoras que os vendem.

"Por vezes as pessoas não querem ouvir a verdade porque não desejam que as suas ilusões sejam destruídas"

Friedrich Nietzche

Cotações e gráficos em tempo real criam a ilusão de se estar operando dentro dos pits de negociação da Bolsa de Valores. Operar com gráficos em tempo real pode parecer fácil, mas o excesso de informação pode gerar confusão na cabeça do investidor. Quanto menor o tempo gráfico escolhido para operar maior será a frequência de mudanças na tendência do preço do ativo. A constante oscilação da linha do preço induz o investidor a tentar segui-la à risca buscando ganhar cada centavinho de oscilação.

Esse tipo de atitude é chamada de overtrade. Quando o investidor realiza um grande número de operações, obtendo em cada um delas poucos centavos de lucro. Após pagar um custo enorme de corretagens e emolumentos, lhe resta apenas uma pequena quantia de lucro, se não prejuízo. É um hábito muito comum praticado por day traders que utilizam como guia para o comportamento do preço do ativo que operam os índices de mercado, tal como o Sp 500 e o Ibovespa Futuro.

Nessa estratégia o day trader acompanha esses indicadores de mercado em tempo real e realizam operações num determinado ativo de acordo com os movimentos desses índices. Entretanto, a linha do preço não se move de forma linear no gráfico, grande parte do tempo os movimentos dos preços não seguem nenhuma tendência. Costuma-se dizer que para cada dois passos que o mercado dá à frente, um passo é dado para trás. Tentar operar de acordo com qualquer variação do gráfico do preço fará com que o investidor desperdice grande parte do movimento de longo prazo do ativo em troca de um pequeno retorno, sem contar o tempo, os custos e a enorme dedicação que isso requer.

Conforme dito anteriormente no módulo de análise técnica, a tendência de longo prazo do preço do ativo deve indicar o que deve ser feito, ou seja, comprar, vender ou ficar  fora do mercado. Já os gráficos de menores períodos ou intraday devem indicar o momento certo para executar a estratégia e abrir a posição no ativo (timing).

Contudo, é importante deixar claro que pouquíssimos indicadores técnicos ou qualquer outra ferramenta de análise funcionam bem em períodos intraday. A maioria gera sinais com muito atraso, fazendo com que o investidor compre próximo a um topo ou venda próximo a um fundo, perdendo a maior parte do movimento do preço. Já outros geram falsos sinais de compra e de venda a todo instante. Qualquer day trader que afirme possuir um “setup” ou estratégia que funcione sempre está se iludindo e irá pagar um preço caro pela verdade.

“O mercado é o dinheiro fácil mais difícil do mundo”.

Mark Douglas

Existe uma tendência natural nas pessoas de procurar pela certeza das coisas, acreditando que fazendo isso evitarão os erros. Característica que muitas vezes as levam a cometer o maior de todos os erros, o determinismo, ou seja, ter certeza “absoluta” do que vai acontecer. A crença quase que religiosa na eficácia dos gráficos leva muitos grafistas a negarem outras informações sob o preceito de que os gráficos já descontaram tudo o que aconteceu no mercado.

Todo absolutismo é perigoso, e a prepotência no mercado é ainda mais perigosa, pois quando o investidor dá importância à falta de conhecimento ele se coloca acima do saber. Portanto, nunca devemos esquecer que a ignorância acaba custando muito mais caro do que o saber. Ainda que os gráficos descontassem tudo o que aconteceu no mercado, eles ainda seriam incapazes de prever o futuro porque apenas representam o passado.

Quanto menor o período analisado, menor a probabilidade de conseguir prever o movimento do preço de um determinado ativo. O comportamento do mercado, assim como a volatilidade dos preços, muda com o passar do tempo. Isso afeta a habilidade e a performance de qualquer método, sistema de análise e estratégia de operação.

Por isso, a maioria dos investidores que realiza day trade o faz através de intuição, experiência, planejamento e, principalmente, paciência. É aí que entra o diferencial humano que nenhuma máquina possui, a capacidade de adaptar-se rapidamente às mudanças e a habilidade de lidar com situações novas e imprevisíveis.

O mercado gera diariamente uma quantidade enorme de informações, de forma que nenhuma análise será completa. Um investidor inteligente acompanha os fundamentos, compreende como os principais indicadores econômicos influenciam o mercado ou o preço de um determinado ativo e utiliza a análise técnica para analisá-lo, identificando tendências e reversões. Assim como os preços, o mercado está em constante mudança, o que requer flexibilidade e dedicação por parte de um investidor. No mercado não existe substituto para experiência, é operando que se realmente aprende como e o que fazer para ganhar dinheiro.

Com relação aos indicadores econômicos, é fundamental para qualquer day trader acompanhar a agenda econômica semanal. Em especial os indicadores que são divulgados durante o pregão, pois fortes movimentos de preço podem ocorrer em função de resultados acima ou abaixo da expectativa do mercado. Gaps são muito comuns e muitas vezes esses movimentos acabam sinalizando oportunidades na direção contrária.

“Se análise técnica funcionasse sempre bancos e fundos de investimentos contratariam grafistas ao invés de economistas”.

Capital e Valor

O day trader não pode hesitar por medo ou indecisão. A partir do momento em que o mercado lhe mostrar uma oportunidade, cada segundo que se perde para abrir uma posição poderá lhe custar parte do lucro potencial, ou mesmo, um prejuízo caso entre tarde demais. Isso faz com que crie o hábito de utilizar com freqüência ordens à mercado, muitas vezes executadas a preços desfavoráveis. Tais ordens devem ser evitadas ao máximo, servindo apenas como último recurso quando o investidor quiser entrar ou sair rapidamente do mercado. Procure dar preferência a ordens limitadas.

Hesitação diante de uma oportunidade de negócio é uma indicação de falta de confiança. Mantenha um sistema de análise simples e objetivo, que lhe permita tomar decisões rápidas. Procure se manter independente, afastado da opinião da massa, tal como fóruns e profetas do mercado.

Momentos de baixa volatilidade, em que o preço de um ativo fica lateral, também são muito comuns. Quando nada acontece os day traders tendem a ficar entediados e impacientes. A falta de oportunidades lhes deixa agoniados e a menor oscilação de preço os induz a abrir uma posição, sempre na expectativa de obter ganhos numa situação que não oferece essa possibilidade. Infelizmente, operando impulsivamente acabam perdendo dinheiro.

Por outro lado, uma brusca reversão na tendência de longo prazo do mercado pode vir a acontecer em razão de algum acontecimento ou indicador econômico, o que inevitavelmente em algum momento irá ocorrer, dando aquela violinada no day trader, que a partir de então se torna posicionado contra a nova tendência dos preços.

A análise técnica que imperfeitamente ajudava-o a realizar operações de curto prazo, agora se rende à invalidez perante a volatilidade do mercado. Grandes oscilações de preço podem acontecer de forma inesperada e na maioria das vezes são imprevisíveis, surpreendendo até mesmo os analistas mais bem informados.

"A sabedoria dos velhos é um grande engano. Eles não se tornam mais sábios, mas sim mais prudentes".

Ernest Hemingway

Não tente criar uma oportunidade de lucro onde ela não existe. Seja realista e paciente, todo dia útil tem pregão. Quando em dúvida, fique fora. Todo investidor deve conhecer as habilidades que possui, assim como suas limitações. Na maioria das vezes a estratégia de melhor resultado é a que é mais fácil de ser executada e compreendida.

Se os métodos e estratégias milagrosos das corretoras e dos “gurus” funcionassem sempre, por que estariam vendendo-os para você? O mercado está em constante mudança, o que faz com que cedo ou tarde qualquer sistema automatizado falhe, levando investidores iludidos a perderem dinheiro.

Fazer day trade e scalp são as maneiras mais difíceis, trabalhosas, caras e estressantes para se ganhar dinheiro no mercado, sem contar as mais difíceis de aprender. Apesar dessas operações de uma maneira geral serem relativamente simples, nada mais que uma aposta direcional no movimento do preço de um determinado ativo, existem fatores mais importantes tais como o momento certo de abrir e fechar uma posição, o tempo que acompanhar o pregão demanda e, principalmente, definir e respeitar limites aceitáveis de prejuízo e objetivos realistas de lucro. Qualquer um pode ganhar na bolsa desde que seja paciente e sistemático, buscando sempre diminuir o seu risco de perder e aumentar a sua probabilidade de ganhar através de planejamento e sistematizando suas operações.

Disciplina pode ser definida como a sujeição às regras; submissão à ordem e ao controle. Apesar de simplória essa enunciação diz tudo. Aqueles mais disciplinados fazem o que deve ser feito de forma automática, realizam o prejuízo liquidando suas posições perdedoras e realizam o lucro assim que o objetivo da operação é atingido. Outros, no entanto, as mantém, ou mesmo colocam mais dinheiro no mercado, fazendo preço médio para baixo. Acabam segurando uma operação de day trade perdedora para o dia seguinte em razão de orgulho. Neste momento é comum ouvir frases do tipo “Amanhã tem que abrir em alta”, “Agora vou segurar e ver o que vai dar no longo prazo”, etc.

“Jamais liquide uma posição vencedora para manter uma perdedora. Jamais segure uma posição perdedora na expectativa que no futuro se torne vencedora.

Capital e Valor

Investidores que têm sucesso fazendo day trade criaram uma forte disciplina, controlando e limitando sua exposição ao risco. Desenvolveram seus próprios métodos de análise e selecionaram estratégias de operação adaptadas aos seus perfis, possuindo assim um diferencial no mercado. Tomam vantagem de fortes movimentos causados por eventos inesperados ou resultados de indicadores econômicos, muitas vezes apostando na direção oposta à tais movimentos.

À eles não importa se o mercado é de alta ou de baixa, o que interessa é se posicionar de acordo com a tendência, ao invés de lutar contra ela. Da mesma forma, estão sempre dispostos a mudar de opinião e abertos para novas oportunidades, mesmo que no sentido contrário à posição que assumiram.

Portanto, toda operação deve ser embasada em lógica e na probabilidade de acerto segundo a sua metodologia e estratégia. É fundamental para todo investidor, assim como para todo day trader, definir um objetivo de lucro. A posição deve ser finalizada, quando com lucro, no momento em que o objetivo for atingido, sem hesitação. Caso o mercado retome sua tendência você poderá se posicionar novamente.

Ser realista é algo fundamental. Quando a operação der errado, deve ser finalizada assim que seu limite de perda for atingido, sem exceções. Aceitando o lucro e o prejuízo sem hesitação e tendo paciência para aguardar uma nova oportunidade o investidor aprenderá com o sucesso e com o fracasso. Desenvolver tal disciplina e “automatismo” leva tempo e normalmente custa caro, não só para o day trader, mas também para qualquer investidor.

"A maneira como eu gosto de pensar no day trading é que provavelmente é a arma mais efetiva para se cometer um suicídio financeiro. É uma maneira absolutamente letal para a pessoa comum investir, porque nem sequer é uma forma de investimento, é apostar. Puro e simples."

Jason Zweig

É claro que sem dúvida alguma é possível obter bons resultados fazendo day trade. Mas o que o investidor deve ponderar é se o retorno obtido é significativamente maior em relação ao que pode ser obtido em estratégias de longo prazo. E acima de tudo, se o tempo que esta atividade demanda compensa tal retorno.

Caso você, assim como a grande maioria das pessoas, não possa passar o dia inteiro na frente de um monitor acompanhando a evolução do pregão em tempo real na busca por oportunidades para ganhar dinheiro rápido, talvez o mais sensato seja operar no longo prazo, tomando vantagem dos grandes movimentos de preço e da tendência principal do mercado.

Assim, os retornos com day trade terão de ser significativamente altos, de forma que a eficiência da estratégia justifique o tempo investido e a energia desprendida para isso. Obviamente, num dia em que se tira do mercado um lucro equivalente ao salário de um mês de trabalho, não haverá argumento contrário. Entretanto, no dia  em que se tem um prejuízo equivalente a esse salário, provavelmente este teria sido um bom dia para passar no clube ou na praia. A decisão, portanto, cabe a você. Contudo, deixe-nos lhe dar apenas mais um conselho: Após realizar um grande lucro numa operação, resgate-o e o imobilize em patrimônio, ou mesmo, aproveite para sair de férias!

“Você pode ser livre, trabalhar e viver em qualquer lugar do mundo, ser independente da rotina e não ser obrigado a dar satisfação a ninguém. Essa é a vida de um day trader de sucesso”.                                                                                 

Alexander Elder

Adquirida já por R$ 29,90 todo o CONTEÚDO dos módulos de Introdução, Análise Técnica, Estratégias de Investimentos e Análise Fundamentalista no Ebook Capital e Valor nos formatos KindlePDF e EpubClique aqui para maiores informações!

Além dos artigos de educação financeira, o portal Capital e Valor disponibiliza Análises Financeiras, Cotações e Múltiplos calculados em Tempo Real, Evolução dos Resultados e Indicadores em Gráficos Interativos, Rankings de Desempenho Setorial e Geral das S/A, um Banco de Dados em planilha com os Resultados Trimestrais Históricos (ITR e DRE), Múltiplos e Cotações de mais de 376 empresas listadas na Bovespa, bem como um Módulo Financeiro para controle de finanças pessoais, planejamento e evolução econômica. Acesse aqui e aproveite dos nossos serviços.